Cursum Perficio

Produto n.º:
AD186
Preço (sem IVA):
€14,15
Preço (com IVA):
€15,00
Descrição

Com prefácio de Adalberto Alves, trata-se de uma obra de ficção inspirada na vida de Maryam Bint Abi Ya`Qûb al-Faysuli al-Ânsarî, uma poetisa originária do que mais tarde viria a ser o Algarve e que, no ano 1021, viajou desde Ishbíliya (a  ctual Sevilha), onde vivia, até à terra dos seus antepassados. O livro é o diário imaginário de Maryam al-Ânsarî, para o qual Victor Borges se documentou profundamente. Todos os detalhes da viagem se baseiam em factos reais. Embora islamizada, Maryam al-Ânsarî era da raça dos cúneos (ou cónios), um povo do sudoeste da Península Ibérica, anterior inclusivamente aos romanos (e, a fortiori, aos árabes), que é igualmente protagonizado no livro de João Aguiar «A Voz dos Deuses – Memórias de um Companheiro de Viriato»]. O que hoje é o Algarve fazia parte da Tartéssia, uma civilização que teve pontos altos em cidades como Gadir, a atual Cádis (em espanhol, Cádiz). Os romanos chamaram à região «Ossonoba» (Ossónoba), sendo «Akhshânba» uma corruptela árabe deste nome. Reconhecido como um dos livros mais bonitos do Algarve, pelo trabalho gráfico ricamente ilustrado por Fernando Lobo e pelo bonito romance de Victor Borges. 

Sentida homenagem ao arquitecto, investigador e escritor algarvio Victor Borges, lançando, no dia do seu aniversário, um romance histórico que tem como cenário o Algarve durante o domínio islâmico.

Informações básicas